Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O que custa o custo de vida em Inglaterra

por chocochino, em 08.01.16

A segunda pergunta mais frequente que recebo depois de "como é que faco para trabalhar como farmaceutico em Inglaterra" tem de ser em relacao ao custo de vida.

Obviamente tudo dependo do local do pais e do estilo de vida que se pretende... tal como em Portugal, mas existem coisas que sao comuns ou que se podem investigar depois de se ter uma ideia para on se vai.

- Habitacao:

Se nao se tem ninguem conhecido disposto a oferecer alojamento existem algumas opcoes com diversas variedades de conforto e para diferentes bolsas:

- Alugar uma casa ou apartamento - ter em conta que geralmente nao vem mobilada e adicionalmente ao custo da renta também é da conta do inclino pagar as contas de água, gás e electricidade e o "City Council Tax" de depende da zona do pais e da propriedade mas que anda á volta das £100 por mes

sites:

http://www.rightmove.co.uk/ - compra e aluguer

http://m.zoopla.co.uk/ - compra e aluguer

https://www.gumtree.com/ - site de classificados

 

- Alugar apenas um quarto - é uma opcao muito mais economica mas obviamente com menor privacidade. Normalmente o preco inclui todas as despesas.

http://uk.easyroommate.com/

http://www.houseshare.com/

 

Para os primeiros tempos pode-se sempre recorrer a hoteis e B&Bs

- Hoteis

http://www.booking.com

-B&B

https://www.iknow-uk.com/

 

Ou para que tem esse espirito de aventura há sempre a hipotese do couchsurfing para os primeiros tempos

https://www.couchsurfing.com/

 

- Alimentacao

 

Este ponto é obviamente muito dispar e depende do que se pretende. Ficam aqui apenas links algumas cadeias de supermercados para pesquisar os precos dos produtos e sites de comparacao de precos

http://www.asda.com/

www.tesco.com

http://www.mysupermarket.co.uk/

 

- O resto

 

Claro que nos primeiros tempos tudo tem de ser comprado de novo... desde colcao, a sofas, a torradeira, escovas de dentes... e por pouco de dinheiro que custem algumas coisas tudo somado já representa um bom investimento. Nos hipermercados pode-se encontrar todos os essencias mas existem outras opcoes:

- www.ebay.co.uk/ - para produtos em segunda mao e nao só

- https://uk.freecycle.org/ - podem-se obter vários tipos de produtos gratuitament

- www.argos.co.uk/ - uma cadeia de lojas onde se compra produtos a partir de um catálogo. Geralmente a precos bastante atractivos. Practicamente todas as cidades em Inglaterra teem pelo menos uma destas lojas.

 

- Transportes

 

Aqui existem as alternativas do costume: autocarros, comboios e taxis

Os autocarros tendem a ser sempre o meio mais economico e os comboios podem ser dispendiosos. Um grande diferenca em relacao a Portugal é o facto de o precos dos bilhetes de comboio variar dependendo da altura em que se compra (semelhante aos bilhetes de aviao)

 

http://uk.megabus.com/

http://www.nationalrail.co.uk/

 

Em geral estes sao os custos mais prementes para quem emigra. Em relacao a restaurantes, bares, vida noctura e hobbies vai-se descobruindo com o tempo

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57


4 comentários

De Charneca em flor a 09.01.2016 às 16:21

Gostei do teu post. Na semana passada andei por terras de Sua Majestade em passeio e surgiram algumas questões às quais dás agora resposta.
Também sou farmacêutica mas aqui neste cantinho à beira-mar plantado. Felizmente tenho trabalho e sinto-me realizada. Tenho pena de, quando era mais jovem, não ter experimentado trabalhar noutros países. Tinha-me aberto os horizontes concerteza. Agora já não tenho paciência nem coragem para sair daqui. Oxalá nunca venha a precisar de fazê-lo. Espero que continues a ter sucesso por aí.

De chocochino a 09.01.2016 às 19:45

Quanto se está realizado nao há lugar a arrependimentos.
Mas a verdade é que nunca é tarde. Pessoalmento sinto-me bastante bem em Inglaterra mas nao significa o fim da aventura, pois planos há muitos, nem que seja para a reforma ou para a pré-reforma.
Para conhecer o mundo nunca é tarde e nunca é tempo deitado fora por vezes é apenas uma questao de timing.
De qualquer modo muito obrigado pelo comentário e felicidades por Portugal

De Anónimo a 20.01.2016 às 03:54

Boa noite Dr! Sou estudante do curso de Ciências Farmacêuticas (4ano) da Universidade de Coimbra, e estou preocupado com a situação da profissão em Portugal. infelizmente sei que quando finalizar o curso, Portugal não me abrirá grandes portas para que possa progredir ao longo dos anos.
Gostava de saber, se tem informação sobre farmacêuticos portugueses trabalharem fora da UE, como por exemplo, no Canadá. É possível?
Amigos meus Dentistas ponderam ir para lá porque para além de poderem progredir na carreira os salários são bastante altos.
Obrigado e cumprimentos.

De chocochino a 23.01.2016 às 17:03

Por acaso o Canadá foi um dos destinos que considerei alguns anos atrás quando deixei a Irlanda, investiguei o assunto mas na altura desisti prinicipalmente devido á burocracia e morosidade do processo (vários exames e estágios) tendo em conta que eu nao me queria mudar em definitivo mas apenas para uma nova experiencia (acabei por ir para a China)

Escrevi hoje um post com alguns links que podes ler sobre o assunto.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D