Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mercado de trabalho pouco movimentado mas ainda em movimento

por chocochino, em 12.03.14

Uma coisa se tem vindo a acentuar em Inglaterra nos últimos tempos e é o abrandar do mercado de trabalho para farmacêuticos por terras Britânicas. Para isso têm contribuído vários factores como seja a diminuição de vagas com o arrastar da crise e a necessidade de esticar ao máximos os recursos existentes (sector público e privado) quer pelo aumento continuo de recém licenciados ingleses (ou em Universidades Inglesas).

 

Assim o número de vagas anunciadas tanto a nível de farmácia comunitária como a nível de hospitalar tem vindo a decrescer drasticamente. No entanto nunca estagnando, existindo sempre farmacêuticos a sair para outros empregos dentro mesmo grupo de farmácias, para grupos concorrentes, uns que se mudam para outras zonas do país, alguns emigrantes que regressam ao país de origem, há também aqueles que passam a part time ou abandonam posições permanentes para se dedicarem a fazer apenas locum (nomeadamente mães recentes que pretendem apenas trabalhar ocasionalmente quando têm quem tome conta dos filhos).

 

Por outro lado começa-se também a ver o surgimento de outras funções para farmacêuticos a nível de serviços clínicos, nomeadamente em revisão terapêutica e implementação de guidelines, trabalhando para clinicas médicas ou para empresas que fazem o outsourcing desses serviços.

 

Um coisa é certa é que está cada vez mais difícil a farmacêuticos sem experiência em Inglaterra a entrar no mercado de trabalho pois concorrendo com farmacêuticos formados por cá ou com anos de experiência em Inglaterra partem sempre em desvantagem e a não ser que ofereçam algum tipo de mais valia dificilmente serão sequer chamados para entrevistas.

 

Mas apesar de pouco movimentado continua a existir algum movimento de farmacêuticos neste mercado de trabalho com cada vez menos opções.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:13


20 comentários

De EC a 09.04.2014 às 16:11

Olá Alex,

Tal como te tinha falado mencionei o teu blog em:http://migrantscript.blogspot.co.uk/2014/04/farmaceuticos-no-reino-unido-faqs.html

De chocochino a 09.04.2014 às 17:20

Obrigado Eugénio,

Agora é que vou ficar famoso :)

De Jose a 23.05.2014 às 00:31

Viva tudo bem?
Como tens passado? Eu estou neste momento na inglaterra e ja estou a acabar o meu Master em supply chain. Neste momento estou a fazer a minha tese de mestado o que me da uma certa flexibilidadde para me mudar de pais.
Claro que estou interessado na vaga na irlanda, porque ate gostei de ter la estado quando me registrei no PSI em setembro. Vou entao enviar o meu CV para o teu antigo empregador e estou completamente disponivel para trabalhar por aqueles lados. Tambem estou registrado General Pharmaceutical Council (GPhC) ca no uk.
Muito Obrigado por te teres lembrado de mim, se conseguir a vaga na irlanda irei ter contigo um fim de semana para falarmos e pagar um jantar se tiveres de acordo. Eheh. Eu estou a viver em cranfield Village que fica entre Bedford e Milton Keynes.
Muito Obrigado por tudo

De Silvana Martins a 03.08.2014 às 14:12

Olá! Li o seu blog e despertou-me a curiosidade sobre a carreira farmacêutica na Irlanda. Sou recém farmacêutica, atualmente a trabalhar numa farmácia comunitária. Se tiver tempo e disponibilidade, gostaria de conversar um pouco sobre o trabalho de um farmacêutico na Irlanda. Tive a oportunidade de visitar uma farmácia em Dublin há uns meses, mas não tive tempo para falar com o farmacêutico para tentar perceber quais as suas funções e se ser farmacêutico comunitário na Irlanda é muito diferente de Portugal.
Portanto, se puder, envie-me um e-mail (silvana.agst.martins@gmail.com), pois gostaria de lhe colocar algumas perguntas.
Obrigada.
Cumprimentos,
Silvana Martins

De Ana A. a 03.08.2014 às 16:15

Olá, não sei se vais ler isto, pq o último post já é antigo. Vim recentemente para Londres, já com papelada no Gphc toda tratada.

Já exerci quase 1ano em Portugal, em comunitária. Neste momento encontro-me à espera (há mais de um mês) por um registo criminal para começar um estágio de 2meses em farm hospitalar.

O que queria perguntar é se achas que este tipo de estágio me pode abrir portas para um emprego no futuro, em comunitária? Não se no final conseguirei emprego em hospitalar, pq aqui as ofertas tb começam a diminuir e quero tentar todas opções.

Em comunitária é normal as pessoas proporem-se a pequenos estágios, para ganhar experiência?

Obrigada!

De chocochino a 03.08.2014 às 16:47

Olá Ana,

Apesar de não ter nada publicado recentemente respondo bastante frequentemente a colegas que me contactam através do blog.

Acho que fazes muito bem fazer esse estágio de 2 meses em hospitalar pois vai de certeza ser te muito útil. Mesmo que não tenhas emprego após o estágio terás a experiência e podes-te aventurar a fazer locums por conta própria.

O mesmo se aplica a farmácia comunitária se tiveres experiência terás bastantes mais hipoteses. Aproximando-se a época das flu jabs até será mais provavel que encontres farmácias mais favoráveis a aceitar estagiários e desse modo libertar os farmacêuticos credenciados para serviços farmacêuticos (flu jabs, MURs, PGDs, etc)

Bjs

Alex

De Ana A. a 04.08.2014 às 12:35

Obrigada pela resposta, Alex! Começo a ver o estágio de hospital a demorar tanto a começar, que tenho de pensar noutras opções. Fazes ideia se as grandes cadeias tb estão receptivas a estágios, ou só mm as farmácias particulares? Mto obrigada por tudo ;)

De chocochino a 04.08.2014 às 14:01

Posso te falar do caso da ASDA: não existe nenhuma directiva central sobre o assunto e fica portanto a cargo de cada pharmacy e store manager fazer a decisão.
Ainda ontem me encontrei com uma farmaceutica espanhola que fez isso treinou durante 1 mes numa ASDA e agora faz locums para mim (e para outras farmácias)

Portanto podes-te propor tanto a independentes como a cadeias

De Ana Moreno a 07.10.2014 às 19:24

Olá Alex e Ana. Espero não estar a invadir a vossa conversa mas fiquei intrigada em relação aos estágios. É possível realizar estágios em farmácias ou hospitais facilmente? Como me posso propor a um estágio desses? Basta falar com a direcção do hospital/farmácia?

Sou farmacêutica e trabalho de momento em comunitária em Portugal e no tempo que sobra estou a realizar um estagio voluntário num hospital, no entanto estou a tentar iniciar uma carreira no UK.
Tenho concorrido bastante para aí, mas ainda sem sucesso. Se esses estágios fossem mais acessíveis seria um começo para mim, só não sei quem contactar para os realizar.
Outra questão, para ser-se locum basta ter o NI e estar inscrito na GPhC?
Muito obrigada

De chocochino a 07.10.2014 às 21:13

Olá Ana.

Uma boa e uma má noticia:

- O estágios não é nada oficial apenas depende da vontade dos Pharmacy Managers se querem lá alguém (de borla verdade mas que não vai contribuir muito ao inicio). Portanto não te posso indicar um ponto de contacto pois depende de cada farmácia.

- Os locums é por outro lado um mercado completamente livre em que depois de teres NI e GPhC numbers e cada vez mais também DBS checks (registro criminal) podes te registar nas várias cadeias de farmácias e agencias de locums e começar a trabalhar. Como funciona é que nós (managers) temos acesso a uma lista de nomes registados como locums e contratamo-los dessa lista sem muita vez saber que experiencia têm. Obviamente se não produzirem bom trabalho têm mais dificuldades a voltar a ser contratados (daí a idea do estágio para ganhar experiencia). Para trabalhar como locum também recomento um seguro profissional ex: PDA

Quanto a hospital não sei muito quanto a estágios e creio que os locum são mais recrutados através de agência do que independentemente

De Ana Moreno a 15.10.2014 às 11:22

Muito Obrigada pela resposta!

Vou de facto investigar melhor a questão dos estágio pois penso que seria muito mais benéfico fazer um estágio de 1 ou 2 meses para compreender bem como funcionam as coisas no UK.

Depois disso iniciar trabalhos de Locum, já com alguma experiência para não correr mal. Para a inscrição nas agências e nas cadeias de farmácias é preciso contactar os managers? Eu já me inscrevi online em algumas mas nunca mais tive resposta. Será que me pode orientar nesse aspecto?

Muito obrigada mais uma vez!

Ana M.

De chocochino a 23.10.2014 às 23:59

Desculpa o atraso na resposta mas ando aqui em mudanças e tem sido complicado.

Quanto aos locums:
- Para farmácias independentes, sim é atraves dos managers
- Para grupos de farmácias normalmente basta increver no sites próprios de cada uma para locums
exemplo:
https://www.venloc.co.uk/sainsburys/
https://www.venloc.co.uk/morrisons/
https://www.venloc.co.uk/asda/

- para agências de locums tens de te inscrever na agência

Depois de inscrita e de indicares em que zonas do país estás a trabalhar eles enviam-te vagas quando existem

De Ana Moreno a 13.11.2014 às 16:41

Desculpe a demora! Mas agradeço muito a resposta!
Boa sorte com as mudanças :)

Ana M.

De Cat a 12.08.2015 às 11:27


Ola Alex, antes de tudo obrigada pelo teu blog. Tem sido uma grande ajudar para mim. Eu sou farmacêutica e estou agora a morar no UK (mais propriam/ na Escócia) e confesso que estou um bocado "perdida" com este novo mundo. Eu ja tenho um ano de experiência em Portugal mas, pelo que percebi já não é suficiente. Não têm sido nada fácil procurar trabalho e não tenho como opção voltar para Portugal, porque o meu namorado já tem o emprego dele aqui bem estabelecido. Por isso, assim em forma de apelo x), queria perguntar se para além daqueles cursos que aconselhas fazer, (mur e assim, que eu conto fazer), existe mais alguma dica ou mais qualquer coisa que consiga fazer, porque isto de estar meses sem fazer nada, esta a custar-me muito.
Obrigada, pelo teu tempo.

De chocochino a 12.08.2015 às 11:58

Pois realmente o mercado nao está fácil e experiencia fora de Inglaterra nao é considerada cá. Ou se tem experiencia no UK ou para eles nao interessa.
Assim o critico é conseguir essa entrada no mercado de trabalho para obter essa experiencia.
Tens algumas opcoes:
- ir concorrendo a empregos e esperar ser chamada para entrevistas
- abordar as farmácias directamente e tentar que te aceitem á experiencia em salário reduzido ou nao remunerado para a prenderers como funciona o sistema por cá
- concorrers a empregos de tecnica de farmácia mais uma vez para obter a experiencia critica
- Registareste como Locum e comecar a trabalhar como farmaceutica (nao há nada que impeca esta opcao mas nao recomendo uma vez que nao sabes como funciona o sistema por cá"

Em qualquer dos casos a certificacao em MUR é critica (pelo menos em Inglaterra - nao estou 100% certo se é o mesmo na Escócia)
Alem dessa regista-to no CPPE e faz o maximo de cursos que puderes tendo em conta que tens tem disponivel. Os principais sao "Repeat Dispensing" "PMR" "safegarding children and vulnerable adults" "Emergency Hormonal Contraception" "Minor Ailments" "Nicotine Replacement Therapy"
Estes sao cursos que podem ser pedidos pelos empregadores dependendo dos servicos que a farmacia ofereca

De Cat a 13.08.2015 às 10:55

Obrigada pela resposta! ajudou muito!
Vou começar então por tirar estes cursos, porque realmente aqui as coisas funcionam de uma maneira muito diferente pelo que já percebi. Achas que é preciso algum apoio (livros, apontamentos...) enquanto tiro os cursos?
Queria fazer era mais uma pergunta, se não te importas, quanto ao Royal Pharmaceutical Society, temos que nos inscrever ? é que eu ainda não percebi, se realmente é preciso ou se é apenas opcional...
Muito Obrigada :)

De chocochino a 13.08.2015 às 22:01

Quanto te registas nos cursos atraves do CPPE tens a opcao de os fazeres só online ou pedir que te enviem livros tambem mas o material é o mesmo é apenas a preferencia de leres em papel ou on line e esse material é suficiente. E desde que estejas inscrita no GPhC os cursos sao gratuitos (pelo menos a opcao online). O unico que é pago é o MUR.

Quanto á Royal Pharmaceutical Society a inscricao é opcional. Apenas o GPhC é obrigatório para exercer.

De Cat a 14.08.2015 às 10:46

Muito obrigada mais uma vez !
Sim, quanto ao Gphc ja está resolvido, já tenho número.
Depois tenho que ver melhor quanto ao RPS (se compensa ou não fazer a inscrição). Eu agora estou é a tentar perceber se estes cursos também são válidos para a Escócia, já que nos sites deles só falam em Inglaterra (vou tentar entrar em contacto c/ eles) :)

Obrigada pela ajuda! (qualquer coisa que precises aqui para os lados escoceses, está à vontade)

De Anónimo a 17.08.2015 às 21:47

Olá! Alex será possível dar-me o seu endereço de e-mail para fazer umas perguntas em relação à inscrição no GPhC pfv? Obrigado
Aguardo resposta

De chocochino a 18.08.2015 às 19:15

Podes me contactar em travellersjournal@gmail.com

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D