Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Emigracao, para sofrer, para gozar ou para ficar

por chocochino, em 14.10.15

Agora que muito se fala de emigracao há que ter em conta que existem vários tipos de emigracao e pensar bem porque se quer emigrar e desse modo avaliar melhor a decisao.

Para a maioria a ideia advem da necessidade económica e da escassez de emprego mas para outro poderá ser uma questao de procurar novos desafios profissionais, viajar, conhecer outras culturas e alargar horizontes.

Mas o essencial é considerar que tipo de emigraracao se considera:

- Emigracao para sofrer - sair do país pelo minimo tempo possivel com o objectivo de poupar o máximo para rápidamente regressar

- Emigracao para gozar - usufruir ao máximo da experiencia, viajar, disfrutar do que o país tem a oferecer sem fazer grandes poupancas

- Emigracao para ficar - construir uma vida num novo pais, com financas equilibradas, comprar uma casa, pensar na reforma, fazer poupancas,cuidar da vida familiar

 

Por vezes nao pensamos bem no nosso objectivo e isso leva a uma insatisfacao constante, uma insatisfacao inerente do facto de o novo país ser diferete de Portugal, diferente clima, diferente, comida, diferentes costumes, diferentes pessoas... Isto pode parecer obvio mas conheco muitos emigrantes que embora nao se apercebam sao infelizes e nao se integram porque estao constantemente frustrados e infelizes com a mudanca pois embora pretendam emigrar para ficar vivem uma emigracao para sofrer em que vivem no seu mundo próprio, disfrutando os dias em que comem o chourico ou o bacalhau que trouxeram de Portugal mas odeiam os dias que teem de comer shepards pies e haggis...

Eu nao digo que nao aprecie o nosso belo bacalhau... mas aprecio-o quando estou em Portugal e evito traze-lo na mala na viagem de volta. Uma pessoa nao pode viver no passado e na saudade tem de aproveitar o presente e o que ele tem para oferecer.

Mas nem toda a gente pensa desta maneira e nao há nada de errado nisso mas o que eu tento fazer ver é que tem de se estar preparado para isso e ser uma escolha pensada.

Se o objectivo é poupar o máximo possivel entao tem de se estar consciente e aceitar o facto de que se vai apenas alugar um quarto e nao ter a privacidade de uma casa completa, nao se vai sair para cafe como em portugal, vai-se passar muito mais tempo em casa, pois cá o café nao custa 60 centimos, nao se vai tanto a restaurantes, cinema, etc O que depois nao pode acontecer é estar-se recentido do estilo de vida em Inglaterra pois somos nos e as nossas escolhas que decidimos esse estilo de vida.

E quando falo das diferentes vertentes da emigracao nao falo de escolhas imutaveis, diferente alturas da nossa vida proporcionam diferentes opcoes. Eu sai de Portugal há mais de 10 anos em busca da experiencia profissional mas também do dinheiro, com o objectivo de ir por um curto periodo e poupar dinheiro para voltar. Os anos passaram e o objectivo de poupanca comecou a relaxar um pouco. O passo seguinte foi completamente o oposto abandonar tudo e mudar-me para a China com o unico objectivo de viajar e descobrir "novos mundos" (qual bom portugues que sou). A etata de Inglaterra veio após uma tentativa frustrada de assentar em Portugal e nao conseguir emprego e como tal vim para Inglaterra desta vez com a conviccao que será até á reforma e como tal a minhas opcoes actuais sao diferentes das que tinha quando pela primeira vez aterrei na Irlanda.

 

10959402_393675170803418_2330877653337397315_n.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D