Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Queria saber se terias a paciência para me dar algumas informações sobre trabalhar no Reino Unido

por chocochino, em 08.11.13

Tenho andado um pouco esquecido de escrever qualquer coisa no blog em parte por andar entretido a responder aos imensos emails que me enviam colegas em busca de informação:

 

"queria saber se terias a paciência para me dar algumas informações sobre trabalhar no Reino Unido..."

 

"surgiu -me uma pequena dúvida relativamente ao registo na GPhC..."

 

"O sistema de trabalho é diferente, como é eu vou saber o que fazer..."

 

"Nesta altura já enviei mais de 200 currículos para praticamente todo o país mas emprego nada, a menos que morra alguém de velhice.

Desabafos a parte, o que eu gostaria de saber é o seguinte: o que é preciso fazer para ir trabalhar para Inglaterra?"

 

Assim em vez de fazer posts sobre eventos esporádicos que ocorrem em Inglaterra vou escrever um pouco sobre uma temática bastante mais relevante e de (infelizmente) interessa cada vez mais crescente à classe farmacêutica portuguesa: trabalhar como farmacêutico em Inglaterra.

 

- Primeiro à que ser realista, o mercado de trabalho em Ingleterra, embora longe da situação actual em Portugal, não está nada fácil para quem vem de fora e sem experiência pois a concorrência já é bastante e a oferta de emprego não é comparável ao que se passava à alguns anos atrás. Mas para quem não tem nada em Portugal e se quer aventurar no estrangeiro continua a ser uma hipótese embora não uma garantia de sucesso.

 

Agora quanto às perguntas mais frequentes que me têm feito:

 

I.  "seria possível envia-me a descrição mais detalhada do que tenho que fazer para iniciar este processo (ideias bases, por onde começar, etc)"

 

Esta é a resposta, em linhas gerais, que tenho dado

 

1. Para trabalhar no UK é essencial estar inscrito na GPhC (General Pharmaceutical Council) - equivalente da nossa ordem. Tens aqui o link para os requisitos:
http://www.pharmacyregulation.org/registration/registering-pharmacist/eea-qualified-pharmacists

2. Não é requisito obrigatório mas a maioria das propostas de emprego requer certificações em MUR e NMS (Medicines usage review e New Medicines Service).

Podem ser obtidos à distância a partir destes sites:
http://www.skillsformurs.co.uk/redirect/Redirect.action
http://www.cppe.ac.uk/

3. Exitem inumeras agências e sites de emprego para a nossa área. É uma questão de veres a oferta que têm e contactá-las

Aqui ficam algumas:
http://www.ppruk.com/
http://www.pharmfinders.co.uk/
http://www.flamehealth.com/
http://www.chemistanddruggistjobs.co.uk/jobs/
http://www.jobs.nhs.uk/
https://ec.europa.eu/eures/

4. Não existe nenhum requisito oficial de língua mas qualquer certificado ou qualificação será sempre uma mais valia para o CV.

 

II. ". surgiu -me uma pequena dúvida relativamente ao registo na GPhC. Se não fosse incómodo gostaria que me pudesses esclarescer. Para certificar os documentos é necessário que o advogado esteja registado no Reino Unido ou basta um advogado português que possa certificar na língua inglesa? Será possível tratar disso em Portugal ou terei de ir lá certificar os documentos? Por quanto ficará mais ou menos certificar (sem traduzir porque no caso nao é preciso) o diploma, a cópia do passaporte e a certidão de nascimento?"

 

O advogado para certificar as cópias dos documentos tem que estar registado no Reino Unido. Quando fiz as minhas certificações contactei a embaixada inglesa e eles direccionaram-me para o website para uma lista de advogados a trabalhar em portugal e em que alguns estão igualmente registados no Reino Unido e portanto obedecem aos requisitos da GPhC.

A advogada que utilizei foi a seguinte:
http://www.patricio-law.com/

A certificação do passaporte custou-me cerca de €40.                                                                                           

A certidão de nascimento enviei o original pois é mais barato pedir uma nova do que certificar uma cópia...


III. "O sistema de trabalho é diferente, como é eu vou saber o que fazer? Existe adaptação? Alguma espécie de estágio? Ou se for contratado sou entregue aos lobos?"

 

Quanto ao sistema ser diferente e ao periodo de adaptação tudo depende da farmácia/companhia que te contratar, podes ter um periodo de adaptação (não pago ou pago a valor inferior ao teu salário), podes ser support pharmacist e trabalhar sempre com outro farmacêutico (por que cá é comum seres o único farmacêutico e o resto ser técnicos de farmácia) ou podes ser posto logo a trabalhar.

Claro que depende de ti a preparação que faças antes de vir, tanto a nível de inglês técnico quer de te preparares para o sistema de cá (NHS) e a a própria adaptação ao sistema informático.

Um excelente recurso é o BNF (British National Formulary) que podes comprar na net.

Neste site podes pesquisar por principio activo e ver as marcas utilizadas por cá em farmácia http://www.medicines.org.uk/emc/

Aqui podes encontrar tudo sobre o processo de dispensa de uma receita: http://psnc.org.uk/dispensing-supply/

 

IV. "Qual a diferença entre um pharmacist, support pharmacist e relief pharmacist?"

 

Na farmácia trabalham farmacêuticos e o equivalente aos nossos técnicos de farmácia embora a organização e hierarquia sejam algo diferente de Portugal. Em Inglaterra nenhum técnico pode dispensar uma receita sem que os medicamentos desta sejam validados por um farmacêutico e normalmente são os técnicos que estão ao balcão e mais raramente os farmacêuticos.

Funções na farmácia
- Farmacêutico
  * Superintendent Pharmacist - Responsável por toda uma cadeia de farmácias (Não se vêem muitas ofertas para estas posições. Mt responsabilidade. Mt bem pagas)
  * Pharmacy Manager - Director Técnico e gestor da farmácia
  * Support Pharmacist - Segundo farmacêutico numa farmácia em que outro farmacêutico é Manager
  * Relief Pharmacist- Segundo farmacêutico que trabalha em diferentes farmácias do mesmo grupo Normalmente requerem que o farmacêutico tenha viatura própria

- Técnicos de Farmácia
  * MCA - Medicines Counter Assistent - pode dispensar e aconselhar OTCs
  * DA - Dispensing Assistent - pode dispensar receitas sob supervisão farmacêutica
  * ACT - Accuracy Checking Technicians - podem validar receitas

Se quiseres saber mais sobre os graus de técnicos podes ver neste site fornece treino para as diferentes funções:

http://www.buttercups.co.uk/website/website.nsf/lookupcontent/Index.html!opendocument


V. "Como é que eu sei quanto é que é o salário depois de impostos?"

 

salários aqui são sempre apresentados em salário bruto por ano.
Para um farmacêutico sem experiência deverá andar entre os £30.000 e £35.000 por ano dependendo da zona do país, quanto mais remoto o sítio melhor pagam...
Para saber qt é que isso dá em € limpos ao fim do mes usa estes 2 sites:
http://www.thesalarycalculator.co.uk/salary.php - converte salario bruto em limpo
http://www.xe.com/ - converte libras em euros

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:47


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D