Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O comboio de sexta feira para Blackpool

por chocochino, em 22.09.12

Hoje apanhei pela última vez (pelo menos de forma regular) o comboio de sexta feira entre Preston e Blackpool. Chegaram ao fim as 4 semanas de treino em Preston e para a semana começo em Fleetwood com uma semana de preparação da farmácia antes da grande abertura na semana seguinte.

 

Para trás ficam 4 semanas de treino com exercícios com extintores, passeios pelos armazéns do supermercados, conhecimento das normas de segurança de empilhadores de paletes, "escadas de aeroporto", como correctamente levantar pesos... Para quem está confuso, não, eu não vou trabalhar no supermercado, vou mesmo trabalhar em farmácia!

 

Continuo pouco certo quanto à utilidade destas 4 semanas mas tenho que reconhecer que até foi interessante conhecer o outro lado dos supermercados e atravessar todas aquelas portas assinaladas "proibida a entrada a pessoas estranhas ao serviço".

 

Voltando ao comboio de sexta feira para Blackpool, terminei eu o último dia em Preston, voltei ao hotel a buscar as malas com todos os meus pertences e arrastando tudo aquilo atrás de mim lá apanhei o autocarro para a estação de comboio de Preston onde depois de uma pequena espera lá chegou o comboio de sexta feira para Blackpool North.

 

Coloquei malas, sacos e mochila a bordo e finalmente foi recostar-me num lugar vago da carruagem onde o cheiro a alcool, o barulho de gargalhadas exageradas, conversas cruzadas e a confusão imperavam. Pelo chão passeavam pacotes vazios de batatas fritas enquanto as mesas entre os assentos eram preenchidas por garrafas de vodka, latas de cerveja ou garrafas de cidra. Estaria eu horrorizado com o cenário? Nada disso, pois este é o cenário comum do comboio de sexta feira para Blackpool. Blackpool é conhecido como um destino por excelência para despedidas de solteiro e para todos aqueles procuram diversões nocturnas e festa em geral, quer para crianças, jovens e adultos em geral.

 

Com esta descrição do comboio certamente estão a imaginar uma carruagem repleta de adolescentes alcoolizados, talvez uns quantos hooligans ou mesmo uns vandalos ou skinheads, mas aí é que está a peculiaridade da situação: em toda a carruagem eu devia ser a pessoa mais nova, pois todas aquelas vodkas, cervejas e cidras estavam a ser consumidas por diversos grupos todos eles na casa dos 50. Eram senhoras anafadas de cabelo demasiado loiro e vozes estridentes agarradas a garrafas de cerveja ou eram senhores de cabelos grisalhos  e dentes amarelados pelo tabaco que se riam das suas próprias piadas por entre garrafas de bebidas brancas.

 

Portanto, lá estava eu no meu lugar a tentar ler o meu livro por entre aquela algazarra enquanto pensando para mim mesmo não conseguia chegar a nenhuma conclusão: se aquilo que estava a desenrolar à minha volta era o cúmulo da decadência ou um sinal de vitalidade de um grupo etário que em vez de estar em casa a queixar-se da vida estava ali rumo a Blackpool com um único intuito, o da diversão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D